OESTE EM DESENVOLVIMENTO
NOTÍCIAS
Novo diretor do PTI quer reforçar ações de desenvolvimento da região

As áreas de Tecnologia da Informação, Gestão Urbana e Recursos Hídricos terão atenção especial na gestão do novo diretor superintendente do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Jorge Augusto Callado. Ao tomar posse, nesta quinta-feira (17), no Cineteatro dos Barrageiros, na usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu, Callado também ressaltou a proximidade com a comunidade e o aproveitamento de sua experiência na área de meio ambiente em projetos já em desenvolvimento como algumas de suas linhas de ação.

“Missão você não escolhe, missão você cumpre. E é uma honra fazer parte do PTI”, disse. Diretores e empregados da Itaipu Binacional e do PTI, representantes de universidades, autoridades regionais e estudantes participaram da solenidade – que lotou o auditório.

Indicado pelo diretor-geral brasileiro da Itaipu, Marcos Stamm, e referendado pelo Conselho Curador do PTI, Callado substitui Ramiro Wahrhaftig, que ficou um ano no cargo.

Para Callado, a responsabilidade de dirigir o PTI representa um estreitamento da relação com o Oeste do Paraná, iniciada já nos tempos de faculdade, em estudos que desenvolveu na região, passando por uma série de trabalhos realizados em cargos que ocupou em sua carreira.

Mesmo antes de assumir oficialmente a diretoria, desde o início desta semana Callado participou de reuniões com os diretores João Biral Junior (administrativo-financeiro) e Claudio Osako (técnico do PTI), para ficar a par do andamento dos projetos do parque.

De acordo com ele, os conhecimentos produzidos, se não são aplicados, são anulados. “Nós temos um corpo técnico com elevado capital intelectual e não podemos perder a oportunidade de promover melhorias para as pessoas e a região, com base em todas as nossas informações técnico-científicas”, ressaltou.

Solução caseira

Para Stamm, o PTI ganha com Callado, recomendado como uma "solução caseira", assim como o próprio DGB, ex-diretor financeiro da Itaipu.

O novo diretor superintendente do PTI era assessor de Stamm na Diretoria Financeira Executiva da hidrelétrica e, depois, na Diretoria Geral Brasileira. “Eu perdi o assessor, mas o PTI ganhou um profissional extremamente qualificado, que vai se dedicar muito”, disse Stamm.

Considerado “solução caseira” quando anunciado como novo diretor-geral brasileiro da Itaipu, há pouco mais de um mês, Stamm vê na nomeação de Callado a mesma virtude. Ambos se conhecem há muito tempo e por isso, segundo Stamm, é fácil atestar a competência de Callado para o cargo.

A relação entre Itaipu e PTI, segundo Stamm, é indissociável, pois o parque atua para dar condições à usina de cumprir sua missão, ampliada em 2003. O diretor ainda prevê um compromisso ainda maior com a sociedade e a região.

Em relação à transição de diretoria no parque, o presidente do Conselho Curador do PTI, Jorge Habib El Khouri, comentou que “mudanças acontecem e são oportunidades para que elementos sejam agregados ao projeto, para que haja uma mistura de visões”. Para ele, Ramiro Wahrhaftig agregou uma nova visão ao PTI. “Jorge Callado tem o desafio de estabelecer mais um andar nesse edifício do conhecimento.”

Homenagem

O ex-diretor superintendente do PTI, Ramiro Wahrhaftig (ao centro, ao lado dos diretores do PTI e da Itaipu) foi homenageado. Fotos: Kiko Sierich

Na cerimônia, Ramiro Wahrhaftig recebeu uma homenagem do PTI: um troféu na forma do Globo das Bandeiras, monumento do parque. Em seu discurso, Wahrhaftig afirmou que estar à frente da gestão do PTI foi “uma experiência única” e que aprendeu a admirar as iniciativas desenvolvidas no local. Ele disse ainda ter certeza de que, nos próximos 20 anos, o PTI será referência mundial em tecnologias sustentáveis voltadas ao desenvolvimento regional.

Logo após a solenidade, os colaboradores do PTI também homenagearam Wahrhaftig com o plantio de uma quaresmeira no Bosque dos Visitantes, para marcar a passagem dele no parque, por meio do crescimento de uma árvore.

Veja mais sobre Jorge Callado

Graduado em Biologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1988), Jorge Augusto Callado é especialista em Gestão e Planejamento Ambiental; especialista em Limnologia; especialista em Planejamento e Gerenciamento Ambiental; e mestre em Gestão Urbana.

Desde 2011, ele é presidente do Conselho Regional de Biologia do Paraná e conselheiro estadual de Meio Ambiente (desde 2008). Foi conselheiro de Desenvolvimento Territorial do Litoral Paranaense (2015-2018) e conselheiro estadual de Recursos Hídricos (2011-2013). É professor das disciplinas de Gestão Ambiental e Ecologia.

Entre os cargos que ocupou, estão o de diretor de Saneamento Ambiental da SUDERHSA-Instituto das Águas do Paraná (2003-2010); coordenador estadual de Resíduos Sólidos-SEMA-PR (2004-2005); secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná (2010); superintendente do Ibama no Paraná (2012-2015); assessor técnico para área de Meio Ambiente do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo SUL-BRDE (2015-2017); e assessor técnico da Diretoria Geral Brasileira da Itaipu.

 

Fonte: JIE