NOTÍCIAS
POD destinará R$ 300 mil para co-financiar projetos nas áreas de meio ambiente e sanidade agropecuária

O “Desafio Inova Oeste” lançado essa semana pelo Programa Oeste em Desenvolvimento (POD) destinará até R$ 300 mil para co-financiar projetos que atendam às necessidades dos 54 municípios da região nas áreas de meio ambiente e sanidade agropecuária. 
Os recursos serão disponibilizados pela Fundação Parque Tecnológico Itaipu e Fundação Araucária.
As inscrições das propostas podem ser feitas pelo site até 21 outubro. http://premioedesafio.oesteemdesenvolvimento.com.br/node/23. No site também é possível fazer o download do edital.
Uma comissão formada por técnicos do Programa avaliará as melhores propostas. As escolhidas serão anunciadas durante o Fórum de Desenvolvimento Econômico do Território Oeste, no dia 29 de novembro, no Parque Científico e Tecnológico de Biociências (Biopark), em Toledo.
Após a seleção, as equipes terão o prazo de um ano para desenvolver a solução. Entretanto, durante esse período receberão consultoria técnica e o recurso financeiro para execução do projeto apresentado.
“Estamos à procura de soluções tecnológicas que possam ser comercializadas. Acima de tudo que ajudem a resolver problemas da região”, explicou o presidente do POD, Danilo Vendruscolo.
Até R$ 100 mil
O Desafio tem R$ 300 mil para investir nos projetos. Mas só financiará ar até R$ 100 mil de cada proposta selecionada, desde que não ultrapasse 50% do valor total da ação. “Seremos apenas um dos parceiros. Além de estimular a inovação, queremos incentivar a cooperação com as empresas da região”, afirmou Claudecir dos Santos, integrante do SRI.
Solucionar problemas
Na área de Sanidade Agropecuária, serão escolhidos projetos que visem o desenvolvimento de sistemas/tecnologias capazes de solucionar doenças das cadeias de frango, suínos, peixe e leite.
Em relação às demandas de meio ambiente, serão selecionadas soluções que propuserem o reaproveitamento da água dos tanques de produção de tilápias, com a retirada de resíduos, gases e reposição de oxigênio. Também projetos que apresentem soluções para a destinação dos resíduos sólidos da indústria metalmecânica.
POD
Lançado em 2014, o Programa Oeste em Desenvolvimento é uma iniciativa que une mais de 60 instituições públicas e privadas como a Itaipu Binacional, o Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), o Sebrae/PR, o Sistema Cooperativo, a Caciopar, a Amop, a Emater, a Fiep, além de cooperativas e instituições de ensino superior.
O programa tem como objetivo promover o desenvolvimento econômico sustentável dos 54 municípios do oeste do Paraná por meio de ações integradas e com foco nas potencialidades regionais. Toda a ação tem como base as sete cadeias produtivas do território, também chamadas de exportadoras, pois recebem recursos e investimentos de outras regiões brasileiras e até do exterior. São elas: Cadeia de Frango, Cadeia do Leite, Cadeia de Suíno, Cadeia de Pescado, Cadeia de Grãos, Industria Metalmecânica e Turismo.